Estudantes da rede estadual conquistam medalhas na Olimpíada Brasileira GeoBrasil 2021

Nove equipes formadas por estudantes da rede estadual foram premiadas na Olimpíada Brasileira GeoBrasil 2021, que integra a VI Olimpíada Brasileira de Geografia (OBG) e IV Olimpíada Brasileira de Ciências da Terra (OBCT). A iniciativa visa promover a capacidade dos estudantes de análise e interpretação dos fenômenos geográficos e geocientíficos de modo integrado.

Os estudantes integrantes das equipes “Assum Preto” e “Terra Viva”, do Colégio Estadual Professor Luiz Navarro de Brito, localizado em Cícero Dantas; e GLT, do Colégio Estadual Professor Rocha Pita, em Aratuípe, conquistaram medalhas de prata. A estudante Vanessa Gonçalves, 16, 2º ano, comemorou a conquista da equipe “Assum Preto”. “A olimpíada nos proporcionou uma oportunidade de ganhar mais conhecimento através da Geografia e das diversas áreas do conhecimento que ela engloba. Ser premiado é muito bom, pois demonstra que nosso esforço valeu a pena e que nossos estudos e dedicação estão dando frutos”, disse.

As equipes “Japão” e “Terra Viva”, do Colégio Estadual Monsenhor Turíbio Vilanova, localizado em Bom Jesus da Lapa; “Carl Ritter”, “Paul Vidal de La Blache”, “Pedro Pinchas Geiger” e “Yves Lacoste”, do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Sertão Produtivo, em Caetité; e “Rocha”, do Colégio Estadual Professor Rocha Pita, em Aratuípe, conquistaram medalhas de bronze. A estudante Luisiane de Jesus, 15, 1º ano, da equipe “Japão”, ficou feliz com o resultado. “Foi uma experiência única participar da olimpíada, pois ampliou os nossos conhecimentos ao estudarmos vários conteúdos de Geografia”, afirmou.

A olimpíada se desdobra em duas partes: a etapa competitiva on-line (três fases) e a etapa presencial que, nesta edição, por conta da pandemia do novo Coronavírus, foi substituída por uma quarta fase, também realizada virtualmente.

Bahia Olímpica – Através do Programa Bahia Olímpica, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) potencializa a participação dos estudantes da rede estadual nas olimpíadas nacionais e estaduais em diversas áreas do conhecimento. Só em 2020, o programa registrou 1.501.826 inscrições nas mais de dez olimpíadas científicas, com a conquista de 842 medalhas por alunos baianos.

Fotos: Divulgação