SEC promove live sobre uso do ChatClass no ensino remoto

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) promoveu, nesta quarta-feira (31), uma live para a aprendizagem do ChatClass Trilhas nas atividades assíncronas realizadas da rede estadual, que em função da pandemia do novo Coronavírus, não permite aulas presenciais. Direcionada a professores, a oficina se pautou na utilização para fins educacionais da ferramenta WhatsApp, a partir dos Cadernos de Apoio e Aprendizagem, produzidos pela SEC, junto aos professores da rede. A atividade, realizada em parceria com a equipe do ChatClass e transmitida no Canal do Youtube da Educação, está disponível no endereço https://bit.ly/3m9LHbU.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica de SEC, Manuelita Brito, falou sobre a importância do WhatsApp como recurso educacional. “Já divulgamos um pouco sobre a utilização desta ferramenta para que os estudantes e professores possam ter acesso ao material de apoio pedagógico da SEC, como os Cadernos de Apoio e Aprendizagem. Mas, além disso, o WhatsApp traz outras possibilidades muito interessantes para que os professores possam organizar as atividades, acompanhar o desempenho dos seus alunos e outras inovações”.

O diretor da ChatClass, Amaral Medeiros, falou sobre a oficina sobre o uso do WhatsApp na Educação. “A ideia foi fazermos uma atividade bem mão na massa visando ajudar os professores e estudantes com outros componentes. A ChatClass tem uma assistente digital para professores, que é uma inteligência que funciona no WhatsApp, ou seja, é um robô de ensino que funciona a partir do simples adicionamento de um número para interagir e lá já tem um conteúdo com correção automática, formas de acompanhar as turmas”, explicou, destacando que a ChatClass, atualmente, atende a mais de 400 mil alunos em todo o país e na Alemanha, com a missão de ajudar a democratizar a Educação de qualidade no mundo através do uso da tecnologia.

A oficina foi ministrada por Mitzie Hirakawa, que apresentou a plataforma da ClassChat Trilha; ensinou o passo a passo de como utilizá-la por meio de todos os seus recursos disponíveis; mostrou os materiais de apoio; e tirou dúvidas dos professores participantes. “Aceitamos o desafio proposto pela SEC de colocar dentro do robô ChatClass diversos componentes curriculares, criados pelos educadores da rede estadual”, disse.

Sobre o ano letivo remoto – Com a realização de dois anos letivos em um, a rede estadual implanta o currículo contínuo, o que significa que o estudante fará a série que cursava em 2020 e, gradativamente, avançará para a série seguinte, em regime especial. Serão realizadas 42 semanas de aulas, 228 dias letivos e 1.500 horas letivas, tendo inicialmente a fase remota, batizada “Tempo Casa”, com o auxílio de livros didáticos e de literatura, cadernos de apoio, reforço pelo WhatsApp, simulados e sala virtual Google; atividades complementares, com o programa Mais Estudo virtual, cursos on-line, iniciação científica e projetos estruturantes e de vida; e o Tempo Escola, com aulas presenciais, monitoria presencial do Mais Estudo, avaliações do Sistema de Avaliação Baiano da Educação (SABE), uso de salas multiuso e atividades práticas. O novo canal TV Educa Bahia (educabahia.ba.gov.br) também exibe aulas e programas com conteúdos pedagógicos.

 Foto:  Divulgação–