Secretaria da Educação do Estado faz entrega de dispositivo inovador para estudantes cegos ou com baixa visão

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) realizou, nesta quarta-feira (23), no auditório do órgão, a entrega simbólica de 75 unidades do equipamento OrCam MyEye 2.0 para as unidades voltadas à Educação Especial dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTEs). Trata-se de um dispositivo tecnológico, acoplado aos óculos, considerado o mais avançado do mundo para prover assistência e reabilitação de pessoas com deficiência visual, melhorando sua qualidade de vida e promovendo inclusão social. A cerimônia contou com as presenças do secretário Jerônimo Rodrigues e de professores e estudantes com cegueira e baixa visão da rede estadual de ensino.

Jeane Geisa dos Santos, estudante do Centro de Apoio Pedagógico (CAP) de Feira de Santana, acompanhada da professora da unidade, Rita Magalhães, foi a primeira a testar o dispositivo. Emocionada com a tecnologia, ela relatou: “Isso é mágico. Esta ferramenta vai me dar possibilidade de leitura dos livros que adquiri ao longo da minha vida para formar a minha biblioteca. Sempre comprei livros, mesmo não enxergando, e, hoje, estou deslumbrada com a chance de poder ler a minha coleção, através do aparelhinho. É um ganho muito precioso para o deficiente visual, porque vai abrir ainda mais a porta da Educação e nos dar a oportunidade de buscar o conhecimento com mais autonomia”. 

Atento à fala de Jeane e de todos os demais que expressaram sua alegria com a tecnologia inovadora, o secretário Jerônimo falou sobre a importância da ação. “Esta é uma agenda de inclusão social, comum à rede estadual, e que, junto, vem todo um conjunto de formação e outras atitudes. Estávamos ansiosos para fazer esta entrega, que foi adiada por conta da pandemia e, agora, estamos atuando para fazer a compensação desses quase dois anos. O governador está implementando uma força muito grande na parte de infraestrutura, tecnologia e recursos nas escolas, e temos a questão da inclusão como parte fundamental deste projeto do governo”.

A expectativa para Ítalo Silva, 29, estudante do CAP Kátia Paim, em Salvador, era grande. “Não conhecia o aparelho, mas já tinha informação sobre ele e estou ansioso por esta oportunidade revolucionária, que promete ser um ampliador da assistência inclusiva para nós, cegos”. Da mesma forma, Maurício Sanches Moutinho, 13, do CAP Alberto de Assis, também em Salvador, vislumbrava a possibilidade de conseguir fazer as suas leituras. “Tenho baixa visão e o Orcam My Eye vai me ajudar muito a ler, e não vou precisar usar lupa”.

Conhecidos como wearables, os dispositivos se destinam a monitorar as atividades do corpo humano. “Este equipamento de inteligência e visão artificial conta com um inovador e revolucionário OCR (Optical Character Recognition), que permite o acesso fácil, intuitivo e instantâneo à informação disponível em tempo real e funciona totalmente off-line. O dispositivo tem o peso e tamanho de um pen-drive, além de ser vestível e discreto, para ser acoplado às hastes de óculos comuns, promovendo inclusão social e empoderamento”, explicou Doron Sadka, representante da Mais Autonomia, empresa de tecnologia assistida responsável pelo OrCam MyEye no Brasil.

Fotos: Divulgação

Estudantes da rede estadual participam das avaliações do SAEB

Os estudantes da rede estadual de ensino já estão participando das provas de Língua Portuguesa e Matemática do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) 2021, que podem ser aplicadas nas escolas até o dia 10 de dezembro. A ação consiste em um conjunto de testes e questionários, com a finalidade de avaliar a qualidade da Educação Básica do país; contribuir para a sua melhoria; e monitorar as políticas públicas educacionais. Participam estudantes do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e 3° ano do Ensino Médio.

Em Poções, no Colégio Estadual Eurides Santana, as avaliações foram realizadas nesta terça-feira (23). A estudante Emilly Costa, 18, 3º ano, disse que gostou das provas. “As avaliações foram tranquilas e de fácil resolução. Elas são importantes, pois servem para medir quais são as nossas dificuldades e, a partir disso, podermos trabalhar para melhorar o nosso rendimento”, disse. Na oportunidade, os estudantes receberam kits contendo caneta, lápis e borracha, além de um lanche servido no final das avaliações

Hoje também foi o dia dos estudantes do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) Sertão do São Francisco II Antônio Conselheiro, localizado em Uauá, responderem as questões das avaliações. “Gostei muito do nível das provas, pois foram relacionadas aos conteúdos estudados em sala de aula e, a partir delas, pode ser avaliado como está nosso aprendizado”, comentou a estudante Débora Ribeiro, 18, que faz o curso técnico de nível médio em Informática.

Para o estudante Ian Dias, 17, 3º ano, do Colégio Estadual Velho Chico, em Carinhanha, que participou das avaliações na última quarta-feira (17), os conteúdos das provas também serviram de base para as provas do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). “As avaliações do SAEB serviram como um treinamento para o ENEM, pois as questões dialogaram com vários conteúdos vistos no exame, principalmente, em relação à interpretação de texto”, comentou.

Fotos: Divulgação

Maratona de aulões virtuais para o ENEM 2021 segue até o dia 26

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza, até sexta-feira (26), a maratona de aulões do ENEM 2021 na página do YouTube do EMITec (https://bit.ly/32oUHnM), no canal TV Educa Bahia e na página da Rede ENEM, que é parceira na atividade. A ação integra aulões das disciplinas das áreas do conhecimento que serão abordadas no segundo dia da prova no próximo domingo (28).  
A iniciativa consiste em um combo completo, com aulões e e-Books gratuitos de todas as disciplinas com os conteúdos que mais caem no exame, além de uma bateria de simulados das provas objetivas. Para acompanhar os aulões, ao vivo, transmitidos pela Rede ENEM, é preciso realizar a inscrição no endereço https://bit.ly/3HKfpOV. Os links para baixar os e-Books e fazer os simulados estão no endereço https://cursoenemgratuito.com.br/bahia/. Programação SEC – A SEC transmite todos os aulões, por meio do YouTube do EMITec e TV Educa Bahia, no dia seguinte à exibição ao vivo da Rede ENEM, conforme programação disponível neste enderço: https://abre.ai/dxzC. Para identificar o canal da TV Educa Bahia de sua região, acesse no endereço https://bit.ly/3FEVwY0.
Por meio do projeto ENEM 100%, a SEC descentralizou recursos do Fundo de Assistência Educacional (FAED) para as escolas com o objetivo de contratar transporte para os municípios que não sediam o certame ou distritos de municípios que sediam as provas, além da aquisição de kits lanche (suco de frutas, maçã e biscoito) e de higiene (álcool em gel e quatro máscaras de proteção como prevenção ao Coronavírus).

Foto: Ilustrativa

Estudantes da rede estadual participam do primeiro dia de provas do ENEM 2021

Estudantes de toda a Bahia participaram, neste domingo (21), do primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio 2021 (ENEM). A segunda etapa será no próximo domingo (28). Neste primeiro momento,  os candidatos respondem questões voltadas às Linguagens; aos Códigos e suas Tecnologias; e às Ciências Humanas e suas Tecnologias; além da Redação.

Como parte das ações do ENEM 100%, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) disponibilizou recursos para as escolas com o objetivo de dar suporte no transporte de estudantes que moram em locais que não sediam as provas. Gestores escolares também entregaram kits aos estudantes, contendo, dentre outros itens, álcool em gel e caneta transparente de cor preta.

Nesta edição, são 3,1 milhões de participantes no Brasil, com mais de 239 mil na Bahia, sendo o terceiro Estado com maior número de inscritos. No Colégio Estadual da Bahia (Central), no bairro de  Nazaré, em Salvador, muitos estudantes chegaram cedo, mesmo antes da abertura dos portões. Foi o caso de  Ryan Silva, 17, 3º ano, que concluiu o Ensino Médio no Colégio Modelo de Feira de Santana. “Estava me preparando bastante, minha expectativa é muito grande e espero um bom tema para a redação”.

A estudante Moara Silva, 17, 3º ano do Colégio Américo Silva, em Lauro de Freitas, está empolgada para seguir seus estudos no Ensino Superior. “Além da escola, busquei orientação sobre materiais que podiam utilizar. Espero conseguir entrar no curso de Enfermagem logo agora”, ressaltou.

Ainda no Central, as irmãs Mariana Eduarda, 19, e Ana Carolina Diogo, 17, do Colégio Estadual Bartolomeu Gusmão, em Lauro de Freitas, estão com  perspectivas diferentes para a realização da prova. “Quero fazer o curso de Direito e acredito que estou preparada para a prova”, disse Mariana. Ana Carolina, por sua vez, busca treinar para o próximo ENEM. “Faço o 2º ano e estou buscando ter essa experiência para quando estiver valendo possa ingressar em Enfermagem”.    

Em Lauro de Freitas, a superintendente de Políticas para a Educação Básica da Bahia, Manuelita Brito, acompanhou a movimentação dos estudantes que realizariam a prova no Colégio Estadual Bartolomeu Gusmão. “O ENEM 100% e o Universidade para Todos (UPT) são os principais projetos coordenados pela SEC que buscam auxiliar na preparação dos nossos jovens para o ENEM.  Nesta perspectiva, a SEC descentralizou recursos, via Fundo de Assistência Educacional (FAED) e do Programa Retorno Escolar Seguro do Governo do Estado (PRES), para a contratação de transporte intermunicipal de estudantes; aquisição de kit-lanche; e aquisição de kit-higiene, com álcool em gel e máscaras de proteção para os estudante”, destacou.

A diretora do Bartolomeu Gusmão, Sandra Pitanga, falou como as escolas estaduais puderam garantir a participação dos estudantes na prova do ENEM. “Somado ao trabalho feito na preparação dos estudantes, nesta semana focamos no acolhimento deles, mantivemos o Laboratório de Informática aberto e distribuímos os kits-lanches e de higiene”, informou.

Na unidade escolar, a estudante do 3º ano, Monalisa Fagundes, ressaltou a rotina de preparação. “Tivemos a pandemia, que causou transtornos, mas conseguimos o apoio para estudar e estou tranquila para fazer uma boa prova”.

Maratona ENEM – Para os estudantes que desejarem continuar a preparação para a prova do ENEM, a SEC promove  a maratona de aulões do ENEM 2021 até o dia 26 de novembro, na página do YouTube do EMITec, no canal TV Educa Bahia e na página da Rede ENEM.  A ação, realizada em parceria com a Rede ENEM, integra aulões das disciplinas de todas as áreas do conhecimento. A iniciativa consiste em um combo completo, com aulões, e-Books gratuitos de Redação e de todas as disciplinas, com os conteúdos que mais caem no exame, além de uma bateria de simulados das provas objetivas. Para acompanhar os aulões, ao vivo, transmitidos pela Rede ENEM, é preciso realizar a inscrição no link https://bityli.com/rlYcGB. O aulão de Inglês e Espanhol será realizado de forma agrupada. Os links para baixar os e-Books e fazer os simulados estão https://cursoenemgratuito.com.br/bahia/.

Além da prova do próximo domingo, haverá uma segunda aplicação para cerca de 280 mil inscritos que tiveram direito à isenção no ENEM 2020 e não fizeram as provas. Para este público, as inscrições foram reabertas entre 14 a 26 de setembro de 2021 e as provas serão aplicadas nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022.


Monitores do Mais Estudo mobilizam colegas para participação nas provas do SAEB 2021

Os estudantes monitores do Programa Mais Estudo estão mobilizando os colegas, por meio de uma campanha de conscientização, para que participem das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) 2021 que podem ser aplicadas nas escolas até o dia 10 de dezembro. Além da divulgação nas salas de aula e em grupos de WhatsApp das turmas, os estudantes estão mobilizando os professores neste engajamento. A ação consiste em um conjunto de testes e questionários, com a finalidade de avaliar a qualidade da Educação Básica do país; contribuir para a sua melhoria; e monitorar as políticas públicas educacionais. Participam estudantes do 5º e 9º no do Ensino Fundamental e 3° ano do Ensino Médio.

No Colégio Estadual Rotary, localizado em Salvador, é grande o engajamento dos monitores. Segundo a estudante e monitora de Português, Maria Caroline Oliveira, 3º ano, as provas do SAEB são de extrema importância não só para os estudantes, como também para os cidadãos. “As avaliações medem o grau de ensino das escolas e as informações obtidas são imprescindíveis para a avaliação da qualidade e dos planos de ensino de uma instituição para o futuro. Para divulgar a prova, o colégio tem feito cartazes, divulgado fotos e cards com as informações da prova entre os alunos, além de contar com o apoio de nós, monitores do Mais Estudo, para auxiliar e fomentar a importância da realização desta avaliação”, afirmou.

Também envolvido na mobilização, o estudante Robert Nunes Lima, 3º ano, é monitor de Matemática do Mais Estudo, no Rotary. “É de suma importância a realização de avaliações sobre o nível de conhecimento dos alunos de uma instituição educacional, baseando-se na premissa de quais medidas devem ser baseadas para a melhoria do sistema educacional, principalmente neste nível de conhecimento. Sendo assim, tornam-se indispensáveis avaliações como as do SAEB”, disse.

O superintendente de Gestão da Informação da Secretaria da Educação do Estado (SEC), Rainer Wendell Guimarães, ressaltou a importância dos estudantes fazerem as provas do SAEB. “É fundamental que os estudantes compareçam no dia da prova com todo o entusiasmo e compromisso. É, de certa forma, um reconhecimento ao papel que a escola teve em sua formação e na preparação para a vida”.

Municípios – Com o objetivo de ampliar a participação das escolas públicas, as redes municipais também estão se mobilizando. Para a secretária municipal de Educação de Amargosa, Márcia Batista, este movimento de mobilização e participação dos estudantes também é fundamental para as redes municipais de ensino. “Entendemos essa avaliação externa como um importante instrumento de diagnóstico, que nos ajuda a promover uma  educação de qualidade, voltada a atender os anseios dos filhos e filhas da classe trabalhadora, que tem o direito a uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade. Uma educação de qualidade é aquela que garante o direito à aprendizagem”, salientou.

Fotos: Divulgação


SEC realiza maratona de aulões virtuais preparatórios para o ENEM 2021

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) vem realizando, ao longo do ano, através do Projeto ENEM 100%, diversos aulões preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), cujas provas serão realizadas nos dias 21 e 28 de novembro. Para potencializar a preparação dos estudantes, a SEC também iniciou, na quarta-feira (10), a maratona de aulões do ENEM 2021, que segue até o dia 26 de novembro, na página do YouTube do EMITec, no canal TV Educa Bahia e na página da Rede ENEM.  A ação, realizada em parceria com a Rede ENEM, integra aulões das disciplinas das quatro áreas de conhecimento e de Redação para o ENEM.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito, falou da importância da preparação dos estudantes. “Estamos na reta final para o ENEM 2021 e, apesar do cansaço, não é hora de desanimar. Vamos aproveitar esses próximos dias para intensificar os estudos, recorrendo às videoaulas, dicas, trilhas e maratonas. Ainda dá tempo de se dedicar aos temas nos quais o estudante se sente mais inseguro e já ir se organizando para o dia da prova: documento pessoal com foto, caneta preta, identificar o local da prova e se ligar nos possíveis imprevistos”, destacou.

A iniciativa consiste em um combo completo, com aulões, e-Books gratuitos de Redação e de todas as disciplinas, com os conteúdos que mais caem no exame, além de uma bateria de simulados das provas objetivas. Para acompanhar os aulões, ao vivo, transmitidos pela Rede ENEM, é preciso realizar a inscrição por meio do link: https://bityli.com/rlYcGB. O aulão de Inglês e Espanhol será realizado de forma agrupada. Os links para baixar os e-Books e fazer os simulados estão no endereço https://cursoenemgratuito.com.br/bahia/.

Programação SEC – Em virtude da indisponibilidade de horário para a transmissão ao vivo de forma concomitante com a Rede ENEM, a SEC transmitirá todos os aulões por meio do YouTube do EMITec, através do endereço https://bityli.com/gCXLd8, e TV Educa Bahia, no dia seguinte à exibição ao vivo da Rede ENEM, das 13h às 14h, conforme programação disponível no endereço: https://bityli.com/Btev6Q. Para identificar o canal da TV Educa Bahia de sua região, acesse o link: https://bityli.com/PTeTgf.

Projeto ENEM 100% – Até o dia 19 de novembro, também acontece os aulões do Projeto ENEM 100%, às segundas, quartas e sextas, às 17h, com transmissão pela TV Educa Bahia e pelo canal do EMITec no YouTube. Além dos aulões, o projeto contempla ações de mobilização, considerando o calendário nacional do ENEM, tais como regularização da documentação básica; orientações para o pedido de isenção da taxa de inscrição e para o período das inscrições; disponibilização de plataformas e recursos pedagógicos de parceiros institucionais para a preparação para as provas; realização de aulas virtuais; e apoio logístico nos dias das provas para estudantes da rede estadual que residem em municípios que não sediam o certame, dentre outras ações realizadas ao longo do ano letivo.

Foto: Ilustrativa


Líderes de classe da rede estadual debatem em Salvador problemas globais em simulação de reuniões da ONU

Líderes de classe da rede estadual de ensino dos 27 Territórios de Identidade da Bahia iniciaram, nesta quarta-feira (10), as atividades do Bahia Model United Nations (BaMUN). Realizado no Fiesta Bahia Hotel, em Salvador, até sexta-feira (12), a iniciativa promove uma simulação inspirada nas reuniões dos comitês da Organização das Nações Unidas (ONU), quando os jovens têm a oportunidade de debater problemas globais, atuando como diplomatas de países no posicionamento oficial da delegação. A abertura contou com a participação do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, além de autoridades locais e lideranças estudantis.

“É uma oportunidade de debater temas mundiais com líderes de classe representantes de escolas dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE). Dá muito orgulho ver a maturidade e o conhecimento apresentados, nesta abertura, por estudantes e jovens que têm a oportunidade de trocar experiências e discutir não apenas o futuro, mas também as suas realidades atuais e como isso pode ser transformado de forma positiva”, destacou o secretário Jerônimo Rodrigues.

A estudante cadeirante Bruna Pires, do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) Piemonte do Paraguaçu I, em Itaberaba, falou da oportunidade de participar do encontro. “A expectativa é muito grande, porque estão aqui reunidos líderes de classe de toda a Bahia e de realidades diversas. Por isso, estou muito empolgada com tudo que vamos passar nestes dias do encontro”.

Para o estudante da Educação do Campo, Ismael Sousa, do Colégio Estadual Lúcia Rocha Macedo, no Assentamento Cangussú, em Vitória da Conquista, os temas mundiais também devem ser discutidos no âmbito regional. “São assuntos que repercutem em todos os lugares e é importante que os estudantes possam discutir o impacto das consequências no seu território e como podemos melhorar este cenário”, disse.

Na abertura, ainda estiveram presentes a presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público da ALBA, deputada estadual Fabíola Mansur; o líder de governo na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), deputado estadual Rosemberg Pinto; o coordenador para Políticas da Juventude da SEC, Jocivaldo dos Anjos; o líder de território do NTE 21, Pedro Sampaio; o líder de classe no NTE 04, Dhena Pinheiro; os copresidentes do Instituto DiploMUN, Luiz Arthur e Felipe Carvalho; a administradora da ONG Educando, Liz Varela; o diretor de Relações Internacionais da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Kallel Naveca e o vice-presidente da UBES Bahia, Iago Anjos      

BaMUN – A ação é promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), em parceria com o Instituto DiploMUN, que desenvolve a atividade no Brasil. A iniciativa visa democratizar e ampliar o acesso às simulações da ONU e a diplomacia no ensino brasileiro, organizando e promovendo simulações presenciais e on-line para garantir a participação de estudantes dos mais diversos cenários socioeconômicos. A ação já impacta 13 mil jovens de 25 estados do Brasil e 15 países do mundo.

No mundo, a Harvard Model United Nations (HMUN) é a maior e mais prestigiada simulação da ONU. A HMUN conta com mais de quatro mil participantes de 50 países diferentes, que são selecionados através de um rigoroso processo de application. O evento acontece em Boston (Massachusetts) e reúne os jovens líderes mais promissores de todo o mundo para a discussão de problemas globais em mais de 30 comitês.

Fotos: Josenildo Almeida/ ASCOM SEC

SEC e SEPROMI destinam R$ 5,9 milhões para premiar projetos sobre a história afro-brasileira e indígena

Estão abertas, até 2 de dezembro, as inscrições do Edital Professor Jorge Conceição, que propõe uma premiação a projetos das comunidades escolares do Estado dedicados a temas ligados à história afro-brasileira e indígena. O edital, que é uma parceria entre as secretarias estaduais da Educação (SEC) e de Igualdade Racial (SEPROMI), prevê um orçamento de R$ 5.940.000 milhões, via  Fundo de Assistência Educacional (FAED), a ser destinado ao apoio de 162 projetos que vão tratar a temática em diversas linguagens artísticas e pedagógicas.
Realize sua inscrição aqui: https://bit.ly/jorgeconceicao
 O concurso tem por objetivo a seleção e premiação de projetos escolares e recursos educacionais produzidos pelos professores, gestores, coordenadores pedagógicos e estudantes. Serão aceitas propostas em duas modalidades. A primeira incorpora as iniciativas com os temas: produções artísticas (audiovisual, dança, música, grafite, teatro, artes plásticas e artesanato) negras e /ou indígenas; saúde da população; literatura; produções literárias; patrimônio cultural (material e imaterial) e memórias negras e /ou indígenas; identidades e territórios; gênero e sexualidades; mulheres negras e/ou indígenas na literatura, na produção científica, nas artes e na política; enfrentamento ao trabalho análogo ao escravo; empoderamento e Lideranças Juvenis; práticas comunitárias e tradicionais; produção científica  e  enfrentamento  à  intolerância  religiosa  de  matrizes  africanas  e/ou Indígenas.
Na segunda modalidade, considera-se recurso educacional digital e não-digital, que se destina a apoiar os estudantes no processo de aprendizagem.  Na primeira modalidade serão premiados 108 projetos, com o valor de até R$ 50 mil, sendo quatro projetos por Território de Identidade. Na Modalidade 2, serão contemplados, com o valor de até R $10 mil até 54 recursos educacionais. Os resultados serão divulgados no dia 11 de dezembro.
Sobre o professor Jorge Conceição
Jorge Conceição foi professor titular de Geopolítica e de diversas disciplinas na UCSAL, UNEB e outras instituições de ensino, tendo atuado, também, nos cursos de pós-graduação em História da Cultura Africana, ocorridos no CEAO – UFBA, em 1982 e em 1986. Também era pesquisador de abordagens holísticas no campo da Medicina, Ecologia/Sustentabilidade e Arte-educação. É um dos fundadores do Coletivo de Entidades Negras (CEN).
Um dos grandes destaques na trajetória de Jorge Conceição foi, sem dúvidas, o trabalho na área da literatura infantil, com grande contribuição para a disseminação e o avanço da educação antirracista no Brasil. Em 1995, lançou “O Boi Multicor”, livro que traz recriações do “boi da cara preta”, trazendo, nesta história, novas concepções sobre a estética e linguagem associadas à raça negra.

Foto: Josenildo Almeida/ASCOM/SECBA


Famílias dos estudantes da rede estadual recebem mais um crédito do Programa Bolsa Presença

O Governo da Bahia disponibilizou, nesta quarta-feira (10), novo crédito do Programa Bolsa Presença, que destina R$ 150, por mês, para as famílias dos estudantes da rede estadual de ensino cadastradas no CadÚnico e em condições de vulnerabilidade socioeconômica. Esta é a sétima parcela do programa, que foi ampliado até o mês de dezembro. Com a iniciativa, a previsão é atender 421.308 famílias e 528.213 estudantes. Os recursos disponibilizados pelo governo do Estado chegam a R$ 469 milhões.
A concessão do benefício está vinculada à assiduidade nas aulas (remotas, híbridas ou presenciais) ministradas pela unidade escolar onde o aluno esteja matriculado; à participação obrigatória dos alunos nas avaliações de aprendizagem promovidas pela unidade escolar, visando orientar o acompanhamento pedagógico; e à manutenção dos dados cadastrais atualizados na unidade escolar e de sua família no CadÚnico.
A estudante Elen Stephanie Oliveira, 16, que faz o curso técnico em Administração, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Logística e Transporte Luiz Pinto de Carvalho, em Salvador, já utilizou o crédito na compra de alimentos em um supermercado perto de sua casa, no bairro de Marechal Rondon. “Estamos muito felizes com o Bolsa Presença, pois podemos comprar diversos alimentos, como feijão, arroz, macarrão, carnes, frango, leite, verduras e legumes, que são importantes na alimentação. Sou muito grata por receber este benefício”, disse.
A mãe de Elen, Maria de Fátima Santos, falou da importância do benefício. “Sou diarista, trabalho geralmente duas vezes na semana e o dinheiro que eu recebo nos serviços é pouco. Esse valor de R$ 150 vem nos ajudando muito nas despesas de casa com a alimentação, pois complementa a nossa renda. Moramos só nós duas e o pai dela nos ajuda quando pode”, revelou.
Segundo a fiscal de caixa, Simone Santana, que é responsável pelo controle de operações financeiras nos caixas do supermercado onde Elen usa o cartão do benefício, o valor do Bolsa Presença vem impactando diretamente na economia local. “Desde quando foi liberada a primeira parcela do benefício, percebemos um aumento significativo nas vendas de alimentos com o cartão e, a partir disso, passamos a nos preparar para atender melhor as famílias dos estudantes, pois o fluxo de atendimento aumentou devido a esta demanda”, informou.
O governo do Estado ampliou a vigência e a concessão do Programa Bolsa Presença, com a implantação da segunda etapa, de acordo com a Portaria nº 1522/2021, publicada pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), no dia 30 de setembro, no Diário Oficial. A portaria estabelece que a segunda edição do Programa Bolsa Presença terá a duração de três meses, com início em outubro e término em dezembro de 2021. O Bolsa Presença faz parte do Programa Estado Solidário e foi instituído pela Lei n° 14.310, de 24 de março de 2021.

Foto: Claudionor Jr/ASCOM/SECBA