Estudantes irão expor 94 obras de artes visuais na Arena Fonte Nova

exposicao-do-ave-na-alba6 mostra-de-artes-visuais-estudantis-na-flica-foto-marcal-dutra-4

As experiências criativas dos estudantes da rede estadual retratadas em 94 obras estarão expostas na 9ª Mostra de Artes Visuais Estudantis (AVE), dentro do 5º Encontro Estudantil da Rede Estadual, de 21 a 23/11, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Encontro será aberto ao público, das 8h às 18h, e reunirá, ao todo, mais de 4 mil estudantes dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), que irão apresentar, ainda, projetos de ciência, esporte, cultura, empreendedorismo, inovação, tecnologia e de intervenções sociais.

Pelo AVE, o público visitante poderá conferir quadros, através dos quais os alunos revelam a sua percepção de mundo – seja pela vida cultural, social, política ou religiosa – que os cerca. Este projeto tem o objetivo de estimular a criação de obras de artes visuais nos contextos escolares, assim como a va­lo­ri­zação das ex­pres­sões cul­tu­rais re­gi­o­nais, visando a am­pli­ação do co­nhe­ci­mento. Os estudantes que irão expor no Encontro Estudantil passaram por seletivas escolares e territoriais, durante o ano letivo de 2016.

A coordenadora de Projetos Intersetoriais da Secretaria da Educação do Estado, Nide Nobre, destaca o valor das obras finalistas do AVE. “Os nossos artistas apresentam autorretratos de sua vida estudantil, bem como revelam sua visão de mundo sobre tudo ao seu redor. Não há nada na natureza e na sociedade que escape da sensibilidade deles e eles apreendem o mundo em em preto e branco e em traços coloridos, mostrando a multidisciplinaridade da vida cultura e artística em pinturas que realçam temas diversos”.

Temáticas – Por caminhos distintos e usos de técnicas variadas, acrescenta a coordenadora, os estudantes, independente da linguagem artística, abordam a complexidade e a diversidade da vida cultural, retratando a beleza do mundo oriunda da natureza (o mar, os rios, o sol, as matas, as flores, as aves, as borboletas) e do cotidiano da vida social, das expressões de lugares reais e imaginários, do ambiente escolar e do mundo do conhecimento e das expressões e manifestações culturais (negros, índios, mestiços, mulher, corpo e sedução).

Temas como a seca do Nordeste; o desmatamento; a violência contra a mulher, a temporalidade como expressão de vida; as diferenças sociais; a importância da leitura e a liberdade, em uma releitura nas artes visuais de Navio Negreiro, em comemoração aos 170 anos de Castro Alves, entre outros tantos, estarão estampados nos quadros de autoria dos estudantes, no Nível 6 da Arena, durante o encontro.

Artes visuais – Criado em 2008, o Artes Vi­suais Es­tu­dantis (AVE) trata de um pro­jeto pi­o­neiro da Secretaria da Educação do Estado, de ca­ráter edu­ca­tivo, ar­tís­tico e cul­tural, en­volvendo es­tu­dantes do 6º ano do En­sino Fun­da­mental ao 3º ano do En­sino Médio e equi­va­lentes (Edu­cação de Jo­vens e Adultos – EJA, En­sino Normal e Tec­no­ló­gico) da rede es­ta­dual, além de pro­fes­sores de Língua Por­tu­guesa, Arte e dis­ci­plinas afins, co­or­de­na­dores pe­da­gó­gicos, di­re­tores das es­colas e dos Nú­cleos Ter­ri­to­riais de Edu­cação (NTE) e téc­nicos da Se­cre­taria.

CETEP Irecê promove Semana de Ciências, Cultura e Tecnologia

23172898_1973145589594868_8901273790507561727_n23172489_1973145962928164_4657801023371177424_n

A comunidade escolar do Centro Territorial de Educação Profissional de Irecê (CETEP), a 478 Km de Salvador, no Centro Norte do Estado, está promovendo, até esta quinta-feira (9), a V Semana de Ciências, Cultura e Tecnologias. A atividade tem como tema “A Tecnologia na Sociedade Contemporânea” e marca a culminância dos projetos realizados na unidade escolar durante todo o ano letivo. A programação, aberta à comunidade, conta com palestras, oficinas, mesas redondas, gincana cultural e apresentações sobre os cursos técnicos de nível médio e de qualificação profissional ofertados pelo Centro.

A programação foi aberta, nesta terça-feira (07), na Praça Central da cidade, quando os estudantes realizaram apresentações culturais e prestaram serviços gratuitos. “O CETEP fica distante sete quilômetros do centro da cidade e nem todos conhecem nosso trabalho. Por isso, escolhemos a praça da cidade, para que a população tenha acesso aos serviços, conheçam nossos cursos e tudo que realizamos no CETEP. Tivemos aferição de pressão, glicemia, tipagem sanguínea, campanhas educativas sobre o Novembro Azul e a Febre Amarela, produção de mudas de plantas, entre outras atividades com o envolvimento de todos os nossos alunos”, explicou o diretor do CETEP Irecê, Carlos Ney Nascimento.

A turma de Valterluci Amado Félix, do curso técnico em Nutrição e Dietética, levou para o estande, bolos, tortas, pães e até panqueca, todos integrais, fabricados por eles para a apresentação, comercialização e degustação da população. Os futuros técnicos aproveitaram para dar dicas de alimentação saudável e formas de aproveitar melhor os alimentos. “Distribuímos, também, a mistura de água, bicarbonato de sódio e limão, explicando como é feita esta solução, que pode ser usada para regular o intestino e melhorar o PH do estômago. Gostei do projeto. É uma forma de apresentar nosso curso, nossas habilidades e tudo que estamos aprendendo em sala de aula”, pontuou a estudante.

Para chamar a atenção da população sobre o uso consciente do dinheiro, a equipe da estudante Giovanna Pires, do curso técnico em Administração, realizou uma enquete com perguntas para saber como as pessoas administram, gastam e se economiza dinheiro. Ao final, a turma prestava orientações de como é possível gastar conscientemente e até de como investir. “Foi uma atividade muito produtiva. Conversamos com a população, aplicamos tudo que estamos aprendendo no curso e falamos sobre formas de investimentos e empreendimentos. Aproveitamos para vender alguns produtos e todos gostaram da iniciativa”, concluiu.

III Encontro Territorial dos Líderes de Classe – NTE 01

30_10_2017_17_01_06 img_20171018_114410333 img_20171018_114438357 img_20171018_155702335

O III Encontro Territorial dos Líderes de Classe do Território de Identidade de Irecê – NTE 01 aconteceu no dia 18 de outubro do corrente ano com a temática: Relação étnicos raciais, “Juventudes que Transformam: “Resistência e Ancestralidade”, o encontro começou às 7h30 com um delicioso Coffee Break, após, a abertura oficial foi feita pelo Diretor do NTE 01, Profº Clendson Barreto e CODEB, Profº Carlos Adolfo.
De acordo com a programação do folder, abrindo os trabalhos, uma linda apresentação de um grupo de dança do CETEP, que se apresentou lindamente, trazendo arte, beleza e descontração para o evento.
Após, o aluno Ithany Felipe, do Col. Est. João Durval Carneiro de São Gabriel, líder de classe por três anos, relatou de forma extraordinária e magnifica a sua bela trajetória como líder de classe contagiando a todos com a sua oratória, demonstrando carisma, segurança, clareza, espontaneidade e simplicidade.
Na sequência, para discutir o tema do encontro, formou-se uma mesa redonda, composta pelo líder Ithany Felipe, o diretor do Núcleo, Profº Clendson Barreto e um convidado especial, César Damásio, Cientista Social pela UFRB e mestrado pela PPGSC, o mesmo falou sobre diversidade e preconceito, com foco nas comunidades quilombolas.
À tarde, aconteceram as apresentações dos planos de ação pelos líderes de classe, enviados anteriormente para o núcleo, os quais foram avaliados e escolhidos 5 (cinco) para apresentação e premiação, com medalhas e brindes (livros).
Os premiados, do 1º ao 5º lugar foram: João Durval Carneiro (São Gabriel), CEEP (Xique-Xique), Col. Est. José de Souza Machado (Central), Col. Est. Carolina Almeida Lopes (Jussara) e Col. Est. Maria Quitéria (Gentio do Ouro).
Encerrou-se o evento com uma avaliação escrita e um delicioso lanche saboreado, ao som, voz e violão de Roberta Gêa, aluna do Col. Modelo de Irecê com muitos aplausos.

Secretaria da Educação abre inscrições para mais de 2 mil vagas de cursos de qualificação pelo PRONATEC

ceep-irma-dulce-048

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia abriu, nesta quarta-feira (25), as inscrições para 2.455 vagas de cursos de qualificação pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) par a capital e interior do Estado. Os cursos, da modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC), são voltados para estudantes dos Ensinos Fundamental I e II (completo e incompleto) e Médio (completo e incompleto), além de pessoas que já fizeram outros cursos pelo PRONATEC, a exemplo de trabalhadores e mulheres em estado de vulnerabilidade. As inscrições são feitas, exclusivamente, pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) até o dia 3 de novembro.

Dentre os cursos ofertados, destacam-se: programador WEB, cuidador de idoso, microempreendedor individual, mestre de obras, instalador e reparador de redes de computadores, agente cultural, recreador cultural, organizador de eventos, auxiliar de laboratório de saúde, agente de recepção e reservas em meios de hospedagem, espanhol aplicado a serviços turísticos, inglês intermediário, confeiteiro, editor de vídeo, assistente financeiro, fotógrafo, maquiador e recepcionista.

As vagas estão distribuídas nos Centros de Educação Profissional e unidades compartilhas da rede estadual localizados nas cidades de Capim Grosso, Ipirá, Riachão do Jacuípe, Gandu, Valença, Ilhéus, Itabuna, Camaçari, Candeias, Dias D´avila, Itaparica, Lauro de Freitas, Mata de São João, Pojuca, Salvador, Juazeiro, São Domingos, Serrinha e Bom Jesus da Lapa.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Durval Libânio Netto, disse que esta é mais uma das ações da Secretaria da Educação do Estado voltadas à qualificação e inserção dos jovens e trabalhadores ao mundo do trabalho. “Ao todo, a rede deverá ofertar quase 15 mil vagas de cursos de qualificação pelo PRONATEC. Para isto, contamos com a parceria de órgãos como a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a Secretaria de Turismo (SETUR), as Voluntárias Sociais, Bahia Pesca e diversas instituições do campo da cultura, como a Escola de Dança da Fundação Cultural”, afirmou.

Matrícula – A matrícula será realizada no período de 8 a 13 de novembro, na unidade de ensino para o qual o estudante se inscreveu e concorreu à vaga. No ato da matrícula serão exigidas cópias de CPF, RG, comprovante de residência, atestado de escolaridade ou histórico escolar e comprovante de conta corrente de qualquer banco ou conta fácil do Banco do Brasil, aberta em nome do estudante. O programa prevê o pagamento de auxílio transporte e alimentação de R$ 15 por dia frequente, sendo realizado o cálculo ao final de cada mês. A aula inaugural está programada para o dia 13 de novembro.

Veja a relação de cursos e número de vagas por municípios no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

Servidores da Educação devem realizar recadastramento até domingo (27)

recadastramento

Os servidores estaduais da Educação (efetivos, REDA e cargos comissionados) da ativa que ainda não realizaram o recadastramento terão até domingo (27/08) para realizar a atualização cadastral. O recadastramento é obrigatório e  os servidores que não efetivarem a atualização cadastral no prazo estabelecido poderão ter o vencimento suspenso – de acordo com o Decreto nº 15.960, que institui o recadastramento. O procedimento é simples, basta acessar o Portal do Servidor ou diretamente do site www.recadastramento2017.ba.gov.br.

Domingo (27/08) é o prazo limite do cadastramento foi prorrogado pelo Governo do Estado visando alcançar servidores que, por alguma razão, ainda não haviam efetivado seu recadastramento, seja por que se encontravam em período de férias, à disposição ou em readaptação, por exemplo. A lista completa das situações funcionais de servidores ativos que precisam realizar o recadastramento está disponível em FAQ no Portal do Servidor.

Além dos servidores concursados, ocupantes de cargos comissionados e contratados via REDA, também devem se recadastrar servidores do Executivo em disponibilidade para outros órgãos da Administração Direta e Indireta e tribunais, aos Poderes Legislativo e Judiciário e a outras esferas de governo, como municipal e federal. Ainda devem realizar o procedimento servidores em readaptação funcional, no cumprimento de mandato eletivo, estagiários e jovens aprendizes.

O objetivo da ação é a validação dos locais e jornada de trabalho dos servidores, bem como atualizar informações cadastrais dos servidores, a fim de operacionalizar o sistema de recursos humanos do Estado.

Procedimento
O recadastramento é um procedimento simples e contempla, basicamente, o preenchimento de um formulário. O acesso se dá com a mesma senha do contracheque online. Alguns campos – alteráveis ou não – já vão aparecer preenchidos na tela, com dados básicos. Os campos em branco, que forem de caráter obrigatório, deverão ser informados pelo servidor, assim como local de trabalho, regime de contratação e jornada de trabalho. Determinadas informações solicitadas no formulário serão específicas para cada secretaria. Segundo dados da SAEB, a Secretaria da Educação está entre os órgão de Estado com baixo registro de recadastramento.

Próximas etapas
Na segunda etapa do recadastramento, já iniciada, as Diretorias Administrativas de cada órgão vão cadastrar no sistema os nomes, números de matrículas e e-mails dos chefes imediatos de cada servidor. Já na terceira e última etapa, os chefes indicados pela coordenação de recursos humanos de cada unidade irão validar as informações fornecidas na primeira etapa, confirmando-as ou não.

Após a validação, a Corregedoria Geral da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (CGR/Saeb) será acionada no sentido de verificar as inconsistências e corrigi-las. Paralelamente, os dados validados ficarão numa base temporária e posteriormente comparados com os dados do Sistema Integrado de Recursos Humanos (SIRH).

Implantado em fevereiro de 2015, através do Decreto nº 15.960, o recadastramento de ativos é realizado a cada dois anos. Em sua primeira edição, 148.281 servidores se recadastram. Do montante de servidores que não se recadastraram, 310 saíram da folha de pagamento, ou seja, deixaram de receber os vencimentos.

Secretaria oferta 2.224 vagas para nova modalidade de Educação Profissional: o MedioTEC

Uma nova oferta de curso técnico de nível médio estará com as inscrições abertas, a partir desta quarta-feira (12) até 20 de julho, na rede estadual de ensino. Trata-se do MedioTec, por meio do qual os estudantes matriculados no 2º ano ou 3º ano do Ensino Médio poderão fazer o curso técnico no turno oposto aos quais fazem o ensino regular. As inscrições para as 2.224 vagas ofertadas em 31 cursos, em 51 municípios, nos diferentes eixos tecnológicos, ocorrerão, exclusivamente, pelo Portal da Educação. A portaria com a oferta de curso por município foi divulgada, nesta terça-feira (11), no Diário Oficial do Estado.

O programa é uma ação do Ministério da Educação, no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O objetivo é proporcionar aos estudantes uma formação profissional e ampliar as chances de inserção no mundo do trabalho, seja com o emprego formal ou por meio do empreendedorismo. Entre os cursos ofertados estão os técnicos em: Agronegócios, Agroecologia, Agroindústria, Administração, Aquicultura, Hospedagem, Guia de Turismo, Teatro, Canto, Dança, Eventos, Cenografia, Instrumento Musical, Agenciamento de Viagem, Pesca, Recursos Pesqueiros, Controle Ambiental, Cozinha, Zootecnia, Computadores, Telecomunicações, Redes de Computadores, Informática, Artesanato, Museologia, Controle Ambiental, Qualidade, Automação Industrial, Produção de Áudio e Vídeo.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Durval Libânio, destaca que o MedioTec “é uma oportunidade para os alunos que, inicialmente, não optaram pela Educação Profissional, terem uma nova chance após um período de amadurecimento. A oferta possibilita que o aluno tenha uma formação do Ensino Médio aliada ao ensino técnico, abrindo mais perspectivas para o mundo do trabalho”, explica.

Inscrições
O processo seletivo inclui sorteio eletrônico, que ocorre no dia 24 de julho, no qual concorrerão todos os inscritos. Para alguns cursos do eixo tecnológico Produção Cultural e Designer, os primeiros classificados no sorteio eletrônico para o número de vagas ofertadas irão fazer um teste de habilidades específicas, no período de 26/7 a 2/08. No mesmo período está programada a matrícula e entrevistas (quando houver) para todos os cursos. Para tanto, os classificados devem se dirigir aos Centros de Educação Profissional e unidades compartilhadas para os quais se inscreveram. É preciso levar o original do Histórico Escolar ou atestado escolar atualizado; originais e cópias da Cédula de Identidade, do CPF e do comprovante de residência.

PDDE INTERATIVO – I FORM. PARA REPRESENTANTES DO COMITÊ NTE 01 – IRECÊ.

sem-titulo

No último dia 04 de julho de 2017 aconteceu em Irecê no NTE 01, o 1º Encontro com os Representantes do Comitê Gestor Municipal do PDDE Interativo. A formação foi realizada pelo professor formador Fábio Roberto da Silva vinculado a COPE/PROAM. Na ocasião fora apresentada a proposta de trabalho referente ao biênio 2017/2018; Reflexão sobre políticas públicas e seus desdobramentos na ação do Comitê Gestor do PDDE Interativo; Discussão os programas inseridos na plataforma do PDDE Interativo com foco no PDDE Integral (Programa Novo Mais Educação – PNME). Estiveram presentes 09 dos 11 municípios adidos: Barro Alto, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Irecê, Presidente Dutra, São Gabriel e Xique – Xique. “O encontro conforme os participantes avaliaram foi de extrema importância, devido ao conteúdo e clareza das informações apresentadas pelo referido formador. Além de dar um “norte” aos trabalhos realizados pelas secretarias municipais do nosso Território.”, destaca, a supervisora territorial do NTE 01 Irecê, Gilmara S. de Souza/COPE.

Bolsa Família: Escolas têm até 30 de junho para o cadastro da frequência dos estudantes

A Secretaria da Educação do Estado, por meio da Coordenação Estadual do Programa Bolsa Família, convoca todas as escolas da capital e do interior para a realização do cadastro bimestral do registro da frequência escolar dos seus estudantes, referente ao período de abril a maio de 2017. Nesta segunda fase do calendário de acompanhamento, o prazo se encerra no dia 30 de junho (sexta-feira). A coleta da Condicionalidade da Educação é realizada pelo Sistema Presença do Ministério da Educação e tem como objetivo acompanhar a vida escolar do estudante pertencente de família beneficiária do Programa Bolsa Família.

“É necessário que todas as escolas do Estado – sejam elas federais, estaduais, municipais ou particulares – registrem no sistema a frequência escolar das crianças e adolescentes com faixa etária entre 6 a 17 anos, matriculadas na unidade. Considerando que as unidades devem informar, pelo menos, 85% da frequência das crianças de 6 a 15 anos de idade e 75% da frequência dos jovens de 16 e 17 anos”, explica o coordenador estadual do Programa Bolsa Família, Marcos Pinho. Ele ressalta que muitos municípios ainda não realizaram ou não concluíram o cadastro e isto implica na garantia de benefícios para a descentralização dos recursos para essas cidades.

As Condicionalidades no Programa Bolsa Família são instrumentos de promoção e fortalecimento da gestão intersetorial e garantias de qualidade do programa e do Cadastro Único. Corresponde a uma forma de medir a cobertura e o acompanhamento das condicionalidades da Educação e da Saúde, refletindo no desempenho de cada gestão municipal. Na Condicionalidade da Educação, o Índice de Gestão Descentralizada dos Municípios (IGD-M) participa com 25%. É a partir desses índices que os valores são calculados e os recursos financeiros são repassados aos municípios diretamente do Fundo Nacional de Assistência Social para os Fundos Municipais de Assistência Social, respectivamente.

Bolsa Família – Trata-se de um programa que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. Foi criado em outubro de 2003 e faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, reunindo diversas iniciativas para permitir que as famílias deixem a extrema pobreza, com efetivo acesso a direitos básicos e a oportunidades de trabalho e de empreendedorismo. A gestão do programa é descentralizada, ou seja, tanto a União, quanto os Estados, o Distrito Federal e os municípios têm atribuições em sua execução.

O Programa Bolsa Família – previsto na Lei Federal nº 10.836/2004 e regulamentado pelo Decreto nº 5.209/2004 – possui três eixos principais: complemento da renda, acesso a direitos e articulação com outras ações. Todos os meses, as famílias atendidas pelo Programa recebem um benefício em dinheiro, que é transferido diretamente pelo Governo Federal. Para isso, as famílias devem cumprir alguns compromissos (condicionalidades), que têm como objetivo reforçar o acesso à Educação, à Saúde e à Assistência Social, bem como a integração e a articulação de várias políticas sociais, a fim de estimular o desenvolvimento das famílias, contribuindo para elas superarem a situação de vulnerabilidade e de pobreza.

GINCANA POLI 2017 TEMA: SOU POLIVALENTE: faço a diferença!

Nossa Gincana tem como proposta oportunizar momentos de interação, diagnosticar dificuldades de integração, promover a socialização, desenvolver a capacidade do trabalho em equipe e diversificar as práticas pedagógicas no cotidiano escolar.

img-20170627-wa0007 img-20170627-wa0008 img-20170627-wa0009 img-20170627-wa0010 img-20170627-wa0011 img-20170627-wa0012

DOS OBJETIVOS DA GINCANA
A GINCANA do Colégio Polivalente Gov. ACM – Irecê – 2017 procura atender os seguintes objetivos:
– Motivar os estudantes por meio de práticas pedagógicas inovadoras;
– Estimular a convivência social a partir do entendimento da pluralidade do ambiente social e da correspondente liberdade de expressão de cada um dos seus segmentos;
– Desenvolver a imaginação criadora, vivenciando-se ao mesmo tempo o valor da liberdade exercida com responsabilidade;
– Exercitar o espírito de liderança;
– Cultivar o sentimento de identidade com a escola, ampliando horizontes na prática da cidadania;
– A Gincana 2017 tem também como um dos seus objetivos resgatar a cultura tradicional junina nordestina, incluindo provas relacionadas a essas tradições.

Programa Mais Futuro.

19366624_1506008186133519_7866146885770709781_n

Auxílio financeiro para estudantes de universidades estaduais participantes do CadÚnico e oportunidade de estágio no setor público. É o que o Mais Futuro oferece para 4 mil estudantes que foram selecionados pelo programa. Destes, 3.600 receberão auxílio financeiro, chamado auxílio permanência, e os 400 restantes terão a oportunidade de estagiar em órgãos do governo baiano.

Os jovens que receberão auxílio permanência terão uma bolsa no valor de R$ 300, para quem estuda a até 100 quilômetros de onde mora, e de R$ 600, para os que vivem a uma distância maior. O pagamento já começa na primeira semana de julho, diretamente ao estudante, através de cartão, em conta bancária criada exclusivamente para esta finalidade. Saiba mais no link: https://goo.gl/H9yoiu

#MaisFuturo #AuxílioPermanência Educação Bahia #Bahia #GovernoDaBahia