Escolas da rede estadual de ensino podem solicitar reserva técnica de livros didáticos

As unidades escolares da rede estadual de ensino que desejam solicitar reserva técnica de livros didáticos para o ano letivo 2021 podem realizar o procedimento, a partir desta sexta-feira (14), através do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Interativo, disponível no endereço http://pddeinterativo.mec.gov.br/. O sistema ficará aberto até o dia 20 de maio para as escolas demandarem livros. A reserva se destina a ajustar a quantidade real de estudantes e as quantidades de livros disponíveis, em cada escola, quando o remanejamento não é o suficiente. 

A coordenadora do Livro Didático e Biblioteca da Secretaria da Educação do Estado (SEC), Alessandra Santana, falou da importância da reserva. “Solicitar livros na ‘Reserva’, não é obrigatório. Caso, a escola não consiga suprir a sua carência de livros via a aba ‘Remanejamento’, no PDDE Interativo, tem a oportunidade de demandá-los na reserva técnica do PDDE Interativo. É essencial que as escolas demandem os livros faltantes no sistema de remanejamento, uma vez que a reserva técnica possui o limite de até 3% dos livros que toda a rede de ensino tem direito a receber. Lembramos que o remanejamento é sempre a alternativa mais rápida para solucionar a falta de livros nas escolas e que as unidades que realizarem esta ação terão prioridade no atendimento da reserva técnica”, destacou.  

Alessandra também informou sobre a possibilidade de demandar livros na aba ‘Doação’ no sistema. “Após a conclusão do prazo da reserva técnica, será aberta pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no PDDE Interativo, a aba ‘Doação’, na qual serão disponibilizados todos os livros que sobrarem da reserva técnica. Esta é mais uma oportunidade para que as escolas consigam demandar os livros faltantes. A aba ‘Doação’ ficará disponível para acesso durante todo o ano”, salientou. 

Em caso de dúvidas, o gestor escolar pode entrar em contato com a Coordenação do Livro Didático e Biblioteca da SEC no telefone: 3115-1457 ou e-mail: alessandra.santana@enova.educacao.ba.gov.br

Eleições de líder de classe seguem de forma virtual até esta sexta-feira (14)

O processo eleitoral para a escolha dos líderes e vice-líderes de classe segue, de forma virtual, até esta sexta-feira (14), na escolas da rede estadual de ensino. Os estudantes estão se mobilizando e votando nos seus respectivos representantes de turmas através dos Google Forms (Formulários Google), disponibilizados pelas escolas. A novidade, neste ano, é que também serão escolhidos os representantes nos âmbitos escolar, municipal e territorial. Para estes casos, o processo eletivo será realizado em diferentes etapas. De 24 a 28 de maio, para líder da escola; de 7 a 11 de junho, para líder do município; e de 21 a 25 de junho, para líder do Núcleo Territorial de educação (NTE). Os mandatos serão válidos para o ano letivo de 2020/2021.
Em Santa Maria da Vitória, a estudante Williane da Silva, 15, 1º ano, do Colégio Estadual Rolando Laranjeira Barbosa, foi eleita líder de classe pela primeira vez. “Eu, como líder e representante da minha classe, tenho orgulho de me apresentar ao colégio como ponte de ajuda entre os professores, os gestores e os meus colegas. Com enorme satisfação, participarei ativamente das atividades, eventos, reuniões escolares, em nome da minha turma. Desde já, agradeço pelo apoio do colégio e pela confiança dos colegas que votaram em mim”, disse, entusiasmada.
Já a estudante Jady Ellen Rocha, 16, 2º ano, do Colégio Estadual Eurides Santana, localizado em Poções, contou que está animada para exercer a função de líder pela segunda vez, após ter recebido o resultado do processo eletivo de sua turma, nesta quinta-feira (13). “Para mim, é um privilégio muito grande ser eleita novamente como líder. Pretendo ajudar os meus colegas e a direção da escola com o máximo que eu puder, não só em atividades, mas também no incentivo dos meus colegas nos estudos, pois pretendo representar muito bem a minha turma como líder”, afirmou.
Sobre as eleições – Para as eleições, a unidade escolar abre um formulário on-line para a votação, que permanece aberto das 8h às 22h horas no dia da eleição. O estudante somente poderá votar para líder e vice-líder de classe se estiver matriculado. Para as eleições subsequentes, somente poderão concorrer os eleitos nas eleições anteriores e poderão participar tanto os líderes, quanto os vice-líderes.
Cabe à unidade escolar, ainda, definir e implementar as estratégias pedagógicas e administrativas que sejam apropriadas à participação dos estudantes que não têm acesso à Internet, sempre buscando respeitar as condições territoriais e cotidianas da comunidade escolar e a observância dos parâmetros de segurança relacionados à pandemia do novo Coronavírus.
As escolas que não conseguirem realizar as eleições nos prazos determinados pela portaria deverão comunicar, em tempo hábil, ao NTE e à SEC, as condições determinantes para a não realização do processo e propor datas possíveis para realizá-las.

Foto: Divulgação

SEC oferta 44 cursos gratuitos de qualificação profissional a estudantes e egressos para inserção no mundo do trabalho

Programador de Dispositivos Móveis; Operador de Tratamento de Águas e Afluentes; Operador em Petróleo e Gás; Confeiteiro;  Assistente de Recursos Humanos; Auxiliar Agropecuário; e  Organizador de Eventos são alguns dos 44 cursos gratuitos de qualificação profissional (Formação Inicial e Continuada – FIC) que estão com inscrições abertas, até 19 de maio, para estudantes e egressos da rede estadual de ensino. Com aulas a serem iniciadas no dia 31 de maio, os cursos ofertados são de Educação à Distância (EAD), do Programa Educar para Trabalhar, e as inscrições podem ser realizadas no endereço https://bityli.com/MgdKr

Para mais informações acesse: www.educacao.ba.gov.br/educarparatrabalhar 

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica da Secretaria da Educação do Estado (SEC), Ezequiel Westphal, falou da proposta dos cursos. “Estão distribuídos em 10 Eixos Tecnológicos e objetivam preparar os jovens e adultos para a inserção e a reinserção no mundo do trabalho. É uma oportunidade de qualificação profissional que atende à demanda produtiva de todo o Estado”. 

O estudante que está matriculado regularmente no Ensino Médio poderá escolher qualquer curso do seu interesse para fazer a sua inscrição. Já o estudante matriculado em um curso técnico da rede estadual realizará a inscrição em um dos cursos FIC (qualificação profissional) do mesmo eixo tecnológico do seu curso técnico. A metodologia de ensino utilizada será de Educação à Distância (EAD), com atividades remotas realizadas com o apoio de monitores, tutores e equipe de apoio para o desenvolvimento das atividades pedagógicas e de apoio ao estudante. 

Requisitos – Entre os requisitos para a inscrição, o candidato deve ser residente e domiciliado no Estado da Bahia; possuir Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) válido; ser estudante regularmente matriculado no Ensino Médio da rede pública estadual de ensino no ano letivo de 2020/2021 e possuir frequência neste ano letivo; ou ser egresso do Ensino Médio e do curso da Educação Profissional Técnica de Nível Médio da rede pública estadual, no período de 2016 a 2020. 

Seleção – O processo de seleção dos candidatos inscritos será feito por Sorteio Eletrônico, no dia 20 de maio. A listagem com o resultado parcial do processo de seleção com a indicação dos nomes dos classificados será divulgada na mesma data do sorteio e o resultado final, no dia 23 de maio, ambos no Portal da Educação. A matrícula será realizada no período de 23 a 30 de maio, de forma automática, sem a necessidade da presença do candidato. 
Foto: Ilustrativa

Estado credita nova parcela do vale-alimentação estudantil nesta sexta-feira

O Governo do Estado creditará mais uma parcela do vale-alimentação estudantil, nesta sexta-feira (14), para todos os estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta quinta-feira (13). “Este é o sexto crédito destinado à segurança alimentar dos estudantes neste período de pandemia do novo Coronavírus. Com o processo de matrícula, os novos alunos que vieram de outras redes de ensino também são beneficiados com o vale-alimentação”, disse Rui. Este novo crédito será de R$ 48 milhões, totalizando R$ 270 milhões já investidos pelo Estado até agora, com recursos próprios, neste programa.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, lembra que o Vale-alimentação Estudantil (PVAE) foi a primeira das quatro ações do Governo da Bahia lançadas no âmbito do Programa Estado Solidário, em benefício dos estudantes da rede estadual de ensino, que já estão participando do ensino 100% remoto, desde o dia 15 de março. “Com o PVAE, cada estudante da rede estadual recebe 55 reais de crédito, por parcela, independentemente do número de estudantes por família. Somado ao PVAE, temos ainda o Bolsa Presença, que destina 150 reais, mensalmente, por família de estudante matriculado na rede cadastrada no CadÚnico e em condição de vulnerabilidade socioeconômica. Temos também o programa de Monitoria Mais Estudo, que destina bolsa mensal de 100 reais, por monitor, e a oferta de cursos de qualificação profissional, pelo Programa Educar para Trabalhar. Portanto, é um conjunto de políticas públicas que alia assistência econômica aos estudantes, mas que visa, sobretudo, contribuir para o vínculo com a escola e a aprendizagem”, afirmou.

O vale-alimentação é usado exclusivamente para a compra de alimentos, como feijão, arroz, marcarão, ovos, carne e leite, sendo de livre escolha do estudante. Os alimentos podem ser comprados com o cartão Alelo em mais de 20 mil estabelecimentos credenciados nos 417 municípios baianos, além de distritos e povoados, movimentando, também, a economia do Estado.

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar, Manoel Calazans, explicou sobre a entrega dos cartões para os alunos novos. “A partir da próxima segunda-feira (17), os estudantes novos devem entrar em contato com a unidade escolar para agendar a retirada dos cartões, que, por questão de segurança, seguem sem crédito até que os estudantes novos retirem nas respectivas escolas”, ressaltou.

Em caso de dúvida sobre o vale-alimentação, o estudante deve entrar em contato com a escola onde está matriculado ou pelos canais da Ouvidoria (0800 284 0011 e e-mail ouvidoria@educacao.ba.gov). Outras opções são as contas do Facebook (@ouvidoriageraldabahia) e do Instagram (@ouvidoriageralbahia) da Ouvidoria Geral do Estado, que passaram a ser usadas para otimizar esta prestação de serviços aos estudantes, professores, servidores e sociedade de um modo em geral.

Foto: Ilustrativa

Live “Maio da Diversidade” promovida pela SEC realiza debate sobre gênero e sexualidade

A Secretária da Educação do Estado (SEC) realizou, nesta quarta-feira (12), a segunda live do Projeto Maio da Diversidade. Na edição, o encontro debateu o tema “Educação para relações de gênero e sexualidade”, com a participação da diretora de Currículo, Avaliação e Tecnologias Educacionais da Secretaria de Educação, Jurema Brito; da líder do Pilar de Empregabilidade do Instituto de Identidades do Brasil, Aline Nascimento; e da diretora do Coletivo Famílias pela Diversidade, Valéria Saraiva. A live, transmitida através do Youtube, foi mediada  pelo professor Basilon Carvalho.

Jurema Brito explica que o Maio da Diversidade trata da questão da pluralidade dos grupamentos humanos, ressaltando o direito de ser, de ir e vir, de manifestar as suas identidades, religiosidade e as orientações sexuais. Para ela, o objetivo dos encontros está centrado na promoção das discussões temáticas através das trocas de conhecimentos e vivências com convidados ligados às universidades, às entidades da sociedade civil, aos movimentos sociais e aos conselhos que tratam dos temas correlatos com a Educação.

“Dedicamos o mês para, através dos debates, implementar o nosso Documento Curricular Referencial da Bahia, em que um dos temas é a Educação para a Diversidade. Além disso, a ação é importante porque o Estado se posiciona sobre o tema. Mostra que a escola é um lugar democrático, independentemente das suas escolhas, identidades de gêneros sexuais, religião, cultura e geração. Esses temas também precisam estar em debate nas unidades escolares, por meio de informação e escolhas de materiais didáticos”, disse a diretora.

De acordo com Aline Nascimento, pensar, debater e refletir sobre a diversidade é importante para falar sobre as diversas formas em que as pessoas existem no mundo. “Um evento como este em que falamos sobre esta pauta para o público da Educação é essencial, pois levamos a mensagem para mais pessoas e propicia que o debate tenha um alcance maior e que todos possam se reconhecer e entender o próprio papel como elemento de transformação”, avaliou a educadora.

Valéria Saraiva falou sobre a discriminação que o público passa e disse que se faz necessária a criação de uma rede de apoio emocional para as pessoas que se descobrem LGBTQIA+ e as suas familias. Para a diretora do Famílias pela Diversidade, a escola também deve trazer o tema para a pauta diária. “Muitas pessoas acham que, quando falamos sobre a temática, estamos tentando convencer alguém a ser LGBTQIA+, e não é isso. As escolas têm estudantes que são da comunidade e eles precisam ser ouvidos, aceitos e respeitados. Precisamos acolher essas pessoas e falar que não estão sozinhas”.

Promovido pela SEC, o Maio da Diversidade busca viabilizar o cumprimento dos Direitos Humanos na escola – espaço onde circulam as mais diversas identidades. A ação inicialmente está sendo realizada com quatro lives no Youtube e minicursos que serão ministrados para profissionais da Educação das unidades escolares da rede estadual de ensino. A programação conta com a articulação da  Coordenação da Política LGBT (CLGBT) e  Coordenação de Políticas Públicas para a Juventude (COJUVE); da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS); e da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (SEPROMI). Na próxima segunda-feira (17) será realizado o terceiro encontro virtual, debatendo o tema “Direito e visibilidade de jovens LGBT”. A live será realizada no Canal da SEC, às 16h.

Foto: Divulgação


Estudantes e egressos da rede estadual podem se inscrever para 44 cursos de qualificação profissional na modalidade de Educação à Distância

Com o objetivo de preparar os jovens e adultos para a inserção e a reinserção no mundo do trabalho, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) está com as inscrições abertas, até 19 de maio, para 44 cursos de qualificação profissional (Formação Inicial e Continuada – FIC), distribuídos em 10 Eixos Tecnológicos. Os cursos ofertados são na modalidade de Educação à Distância (EAD), do Programa Educar para Trabalhar, e o público alvo interessado pode se inscrever através do endereço https://bityli.com/MgdKr.  

As vagas são destinadas aos estudantes regularmente matriculados no Ensino Médio da rede pública estadual de ensino no ano letivo de 2020/2021, além dos egressos do Ensino Médio ou de cursos técnicos de nível médio (Educação Profissional e Tecnológica) que concluíram entre os anos de 2016 e 2020.  Dentre os cursos ofertados, destacam-se: Programador de Dispositivos Móveis; Programador Web; Desenhista de Produtos Gráficos Web; Auxiliar de Laboratório de Microbiologia; Agente de Informações Turísticas; Assistente Administrativo; Desenhista da Construção Civil; Operador de Processos Químicos Industriais, Agricultor Agroflorestal; Confeiteiro; Padeiro; e outros. A relação completa dos cursos pode ser conferida no endereço https://bityli.com/j7OjQ

O estudante que está matriculado regularmente no Ensino Médio poderá escolher qualquer curso do seu interesse para fazer a sua inscrição. Já o estudante matriculado em um curso técnico da rede estadual realizará a inscrição em um dos cursos FIC (qualificação profissional) do mesmo eixo tecnológico do seu curso técnico. A metodologia de ensino utilizada será de Educação à Distância (EAD), com atividades remotas realizadas com o apoio de monitores, tutores e equipe de apoio para o desenvolvimento das atividades pedagógicas e de apoio ao estudante. 

Requisitos – Entre os requisitos para a inscrição, o candidato deve ser residente e domiciliado no Estado da Bahia; possuir Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) válido; ser estudante regularmente matriculado no Ensino Médio da rede pública estadual de ensino no ano letivo de 2020/2021 e possuir frequência neste ano letivo; ou ser egresso do Ensino Médio e do curso da Educação Profissional Técnica de Nível Médio da rede pública estadual, no período de 2016 a 2020. 

Seleção – O processo de seleção dos candidatos inscritos será feito por Sorteio Eletrônico, no dia 20 de maio. A listagem com o resultado parcial do processo de seleção com a indicação dos nomes dos classificados será divulgada na mesma data do sorteio e o resultado final, no dia 23 de maio, ambos no Portal da Educação. A matrícula será realizada no período de 23 a 30 de maio, de forma automática, sem a necessidade da presença do candidato. 
Foto: Claudionor Jr/Ilustrativa


Eleições de líder de classe mobilizam estudantes da rede estadual de ensino

As eleições para a escolha dos líderes e vice-líderes de classe, que seguem até o dia 14 de maio, estão mobilizando os estudantes da rede estadual de ensino. A novidade, neste ano, é que também serão escolhidos os representantes nos âmbitos escolar, municipal e territorial. Para estes casos, o processo eletivo será realizado em diferentes etapas. De 24 a 28 de maio, para líder da escola; de 7 a 11 de junho, para líder do município; e de 21 a 25 de junho, para líder do Núcleo Territorial de educação (NTE). Os mandatos serão válidos para o ano letivo de 2020/2021. A iniciativa visa fomentar o protagonismo da juventude, para contribuir com a gestão participativa das escolas.  

No Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Vitória da Conquista, o estudante José Manoel de Alcântara, 16, foi eleito o líder da sua turma do 3º ano, em votação virtual realizada nesta segunda-feira (10). “É uma função de muita importância e responsabilidade, pois os alunos da minha turma contam comigo para serem informados sobre assuntos da escola, além de eu ser porta-voz das dúvidas e questionamentos. Este ano, o papel do líder se tornou ainda mais importante por conta do ensino à distância, pois, juntos com a direção, os líderes fazem com que tudo ocorra de forma correta, sempre dando o seu melhor para atender as necessidades dos alunos”, comemorou.  

Em Muquém de São Francisco, os estudantes Milla Oliveira, 16, 2º ano e Pedro Henrique Braga, 15, 1º ano, do Colégio Estadual Suzana de Araújo Bonfim, foram eleitos os líderes de suas turmas, no processo eletivo também realizado nesta segunda. “Nós, líderes eleitos, pretendemos estar de prontidão para solucionar, ouvir e discutir problemas. Sempre em consenso com a gestão do colégio, visando sempre trazer melhorias e acessibilidade para o mesmo”, disse Milla. Já Pedro Henrique comentou: “Quero ajudar a turma, aprender e ensinar mais, além de trazer algumas soluções melhores de ensino para todo o colégio”.  

Sobre as eleições – Para as eleições, a unidade escolar abre um formulário on-line para a votação, que permanece aberto das 8h às 22h horas no dia da eleição. O estudante somente poderá votar para líder e vice-líder de classe se estiver matriculado. Para as eleições subsequentes, somente poderão concorrer os eleitos nas eleições anteriores e poderão participar tanto os líderes, quanto os vice-líderes. 

Cabe à unidade escolar, ainda, definir e implementar as estratégias pedagógicas e administrativas que sejam apropriadas à participação dos estudantes que não têm acesso à Internet, sempre buscando respeitar as condições territoriais e cotidianas da comunidade escolar e a observância dos parâmetros de segurança relacionados à pandemia do novo Coronavírus. 

As escolas que não conseguirem realizar as eleições nos prazos determinados pela portaria deverão comunicar, em tempo hábil, ao NTE e à SEC as condições determinantes para a não realização do processo e propor datas possíveis para realizá-las. 
Foto: Divulgação

Secretaria da Educação do Estado segue com as inscrições abertas para 44 cursos de qualificação profissional

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) segue com as inscrições abertas, até 19 de maio, para 44 cursos de qualificação profissional (Formação Inicial e Continuada – FIC) destinados aos estudante regularmente matriculados no Ensino Médio da rede pública estadual de ensino no ano letivo de 2020/2021, além dos egressos do Ensino Médio ou de cursos técnicos de nível médio (Educação Profissional e Tecnológica) que concluíram entre os anos de 2016 e 2020. Os cursos ofertados são de Educação à Distância (EAD), do Programa Educar para Trabalhar, e as inscrições podem ser realizadas no endereço https://bityli.com/MgdKr.  

Os cursos objetivam preparar os jovens e adultos para a inserção e a reinserção no mundo do trabalho. As aulas serão iniciadas no dia 31 de maio. São 200 mil vagas, distribuídas em 10 Eixos Tecnológicos, em um total de 3.567 turmas. Dentre os cursos ofertados, destacam-se: Programador de Dispositivos Móveis; Programador Web; Desenhista de Produtos Gráficos Web; Auxiliar de Laboratório de Microbiologia; Agente de Informações Turísticas; Assistente Administrativo; Desenhista da Construção Civil; Operador de Processos Químicos Industriais, Agricultor Agroflorestal; Confeiteiro; Padeiro; e outros. A relação completa dos cursos pode ser conferida no endereço https://bityli.com/j7OjQ

O estudante que está matriculado regularmente no Ensino Médio poderá escolher qualquer curso do seu interesse para fazer a sua inscrição. Já o estudante matriculado em um curso técnico da rede estadual realizará a inscrição em um dos cursos FIC (qualificação profissional) do mesmo eixo tecnológico do seu curso técnico. A metodologia de ensino utilizada será de Educação à Distância (EAD), com atividades remotas realizadas com o apoio de monitores, tutores e equipe de apoio para o desenvolvimento das atividades pedagógicas e de apoio ao estudante. 

Requisitos – Entre os requisitos para a inscrição, o candidato deve ser residente e domiciliado no Estado da Bahia; possuir Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) válido; ser estudante regularmente matriculado no Ensino Médio da rede pública estadual de ensino no ano letivo de 2020/2021 e possuir frequência neste ano letivo; ou ser egresso do Ensino Médio e do curso da Educação Profissional Técnica de Nível Médio da rede pública estadual, no período de 2016 a 2020. 

Seleção – O processo de seleção dos candidatos inscritos será feito por Sorteio Eletrônico, no dia 20 de maio. A listagem com o resultado parcial do processo de seleção com a indicação dos nomes dos classificados será divulgada na mesma data do sorteio e o resultado final, no dia 23 de maio, ambos no Portal da Educação. A matrícula será realizada no período de 23 a 30 de maio, de forma automática, sem a necessidade da presença do candidato. 
Foto – Claudionor Jr

SEC e SEMA assinam acordo de cooperação para a implantação de projeto Farmácia-Escola

As secretarias estaduais da Educação (SEC) e do Meio Ambiente (SEMA) realizaram, nesta sexta-feira (7), a assinatura do termo de cooperação para a implantação da primeira farmácia-escola da rede estadual. A iniciativa será desenvolvida no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Saúde e Tecnologia da Informação Carlos Corrêa de Menezes Sant’Anna, no bairro de Amaralina, em Salvador, e tem o objetivo de promover o cultivo e o estímulo ao uso de fitoterápicos nas comunidades no entorno, a partir da implantação de viveiros, estufas plásticas e quintais agroflorestais. O projeto Farmácia-Escola visa, também, a orientação ao consumo, principalmente, com espécies do bioma Mata Atlântica.

O subsecretário da Educação Danilo Souza, que representou o secretário Jerônimo Rodrigues, falou da importância do projeto. “É um momento de celebração quando desenvolvemos uma cooperação que proporciona aos estudantes um aprendizado voltado ao tema do Meio Ambiente, aperfeiçoando o conhecimento na área”.

Para o secretário de Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, é uma oportunidade de resgatar nas escolas um conhecimento passado entre gerações. “Extremante gratificado em fortalecer este conhecimento horizontalizado, que cria um debate dos professores e estudantes com seus pais e avós, porque essa construção é feita de forma coletiva e com sensibilidade”.

Segundo o superintendente da Educação Profissional e Tecnológica da SEC, Ezequiel Westphal, o projeto transforma a unidade escolar em referência no Estado. “Procuramos um aprendizado diferenciado em nossas unidades. Por isso, o CEEP, que já possui cursos na área da Saúde, pode trabalhar produtos da Medicina popular com grande sabedoria, beneficiando o aprendizado dos estudantes e orientando o seu consumo nas comunidades do entorno”, ressaltou.

O projeto Farmácia-Escola está em consonância com a Lei n° 10.431/2006, que institui a Política Estadual de Meio Ambiente e de Proteção à Biodiversidade, visando assegurar o desenvolvimento sustentável e a manutenção do ambiente propício à vida, em todas as suas formas, a ser implementada de forma descentralizada, integrada e participativa. A iniciativa será financiada pelo Fundo Estadual do Meio Ambiente (FERFA), órgão ligado à SEMA, no valor de R$ 35 mil.

Foto: Divulgação

Estado prorroga até 19 de maio as inscrições para 44 cursos de qualificação profissional

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) prorrogou, até o dia 19 de maio, as inscrições para 44 cursos de Qualificação Profissional ou de Formação Inicial e Continuada (FIC), na modalidade de ensino não presencial de Educação à Distância (EAD), do Programa Educar para Trabalhar. Os cursos são voltados para estudantes e egressos da rede estadual de ensino e objetivam preparar os jovens e adultos, promovendo a inserção e a reinserção no mundo do trabalho. As inscrições podem ser feitas no endereço https://bityli.com/MgdKr. As aulas serão iniciadas no dia 31 de maio.  

Para disseminar ainda mais informações sobre os cursos, a SEC está promovendo encontros virtuais com gestores escolares de todos os 27 Territórios de Identidade.  

A estudante Rubia Emannuelly de Cerqueira, que está no último semestre do curso técnico em Administração, no Colégio Estadual Professora Olgarina Pitangueira Pinheiro, em Conceição do Coité, já garantiu a sua inscrição para o curso de Assistente de Recursos Humanos e está mobilizando os colegas. “Escolhi fazer esse curso por dois motivos: por agregar no currículo, tanto para concursos ou empregos e, também, por ser de graça. Além do aprendizado, acredito que esses cursos oferecidos pelo governo são grandes oportunidades para todos de classe baixa ingressarem no mundo do trabalho. Confio tanto nesses cursos, que incentivei os meus colegas a se inscreverem também”, afirmou.  

O estudante de Ensino Médio poderá escolher qualquer curso do seu interesse para fazer a sua inscrição. Já o estudante matriculado em um curso técnico da rede estadual realizará a inscrição em um dos cursos FIC (qualificação profissional) do mesmo eixo tecnológico do seu curso técnico. A metodologia de ensino utilizada será de Educação à Distância (EAD) ou de atividades remotas com o apoio de monitores, tutores e equipe de apoio para o desenvolvimento das atividades pedagógicas e de apoio ao estudante.  

São 200 mil vagas distribuídas em 11 Eixos Tecnológicos, em um total de 3.567 turmas. Dentre os cursos ofertados destacam-se: Programador de Dispositivos Móveis; Programador Web; Desenhista de Produtos Gráficos Web; Auxiliar de Laboratório de Microbiologia; Agente de Informações Turísticas; Assistente Administrativo; Desenhista da Construção Civil; Operador de Processos Químicos Industriais, Agricultor Agroflorestal; Confeiteiro; Padeiro; e outros. A relação completa dos cursos pode ser conferida no endereço https://bityli.com/j7OjQ

Requisitos – Entre os requisitos para a inscrição, o candidato deve ser residente e domiciliado no Estado da Bahia; possuir registro de matrícula junto à SEC; possuir Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) válido; ser estudante regularmente matriculado no Ensino Médio da rede pública estadual de ensino no ano letivo de 2020/2021 e possuir  frequência neste ano letivo; ser egresso de curso da Educação Profissional Técnica de Nível Médio da rede pública estadual, no período de 2017 a 2019; e possuir documentação pessoal. 

Seleção – O processo de seleção dos candidatos inscritos será feito por Sorteio Eletrônico, no dia 20 de maio. A listagem com o resultado parcial do processo de seleção com a indicação dos nomes dos classificados será divulgada na mesma data do sorteio e o resultado final, no dia 23 de maio, ambos no Portal da Educação. A matrícula será realizada no período de 23 a 30 de maio. 
Foto: Divulgação